domingo, 3 de junho de 2007

Corridas


Sócrates, acha que lhe fica bem chegar a qualquer lado e pôr-se a correr na rua. Bem sei que é saudável, mas não é por isso que ele corre no estrangeiro, até porque não há notícia de que ele corra nas ruas de Lisboa. O facto de o Primeiro Ministro querer correr na rua das nações que vai visitando constitui, sem dúvida, uma grande dor de cabeça para os respectivos serviços de segurança e um incómodo para os naturais. Sócrates, em nome da sua imagem juvenil, aceita que se encerrem espaços para ele andar à vontade.
O que não se diria se George W. Bush quisesse fechar o Marquês para dar umas corridinhas quando por cá passar?
Quando se acha natural que a promoção da imagem se sobrepõe aos interesses e direitos dos governados o fim está a chegar ou, pelo menos, o seu princípio.

10 comentários:

Manuel Soares disse...

Realmente o Primeiro Ministro podia fazer a sua ginática matinal no hotel, e mesmo que não a fizesse durante os dias em que está fora concerteza que não morria.
Deve ser ridiculo, ou devem até o achar ridiculo.
Caprichos de vedeta.

Anónimo disse...

Com o País num caos e ele só pensa em fazer corridas.
Com as corridas não pode faltar agora com as promessas que fez já não tem problema nenhum.

Anónimo disse...

Cuidado que hoje em dia ninguém está seguro.
Podem perder o emprego por delito de opinião.
Que o diga o Fernando Charrua.

Maria Filomena disse...

A primeira vez que o vi a fazer as corridas em Angola até achei uma certa graça.
Agora noutros países, onde o trânsito tem que ser interrompido, onde dá mesmo nas vistas, onde a população tem que deixar de passar naquela rua para que um senhor que é primeiro ministro possa correr pode de facto ser motivo de gozo e deixar mal os portugueses.

Anónimo disse...

Nesta altura já devem ser dezenas as anedotas sobre Portugal e o seu Primeiro Ministro.
Tipo aquelas que se fazem dos alentejanos ou dos pretos.

Anónimo disse...

Novo riquismo.
Uma palermice que embaraça qualquer um.

Anónimo disse...

Sempre vi o Sócrates fazer a Meia-Maratona de Lisboa e sempre o conheci pertencente de um clube chamado STRESSE. Mas, afinal, o que é que isto verdadeiramente nos interessa? É lógico que o padrinho não tem "cabedal" para liderar uma oposição paupérrima e o nosso país sofre estas desgraças, porque, acima de tudo, temos maus políticos assim como na Câmara temos péssimos vereadores. Trabalho, muito trabalho é o que é preciso.

Anónimo disse...

Agora já pegam com o homem por ele gostar de correr,valha-vos Deus,deixem o homem correr e a propósito é falso que ele não corra em lisboa,fá-lo todos os dias,quando cá está e não anda de muletas.

Biby Cletus disse...

Cool blog, i just randomly surfed in, but it sure was worth my time, will be back

Deep Regards from the other side of the Moon

Biby Cletus

Trinitá disse...
Este comentário foi removido pelo autor.